Wagner Rosário será mantido como ministro da Controladoria-Geral da União

Nesta terça-feira, 20, o presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou via Twitter que Wagner Rosário será mantido como

 20 de novembro de 2018 | 11h29
Por Francine Galbier

Nesta terça-feira, 20, o presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou via Twitter que Wagner Rosário será mantido como ministro da Controladoria-Geral da União no próximo governo.

“Informo a indicação do Senhor Wagner de Campos Rosário como Ministro da Controladoria Geral da União. Bom dia a todos!”, escreveu o presidente eleito.

Rosário já é ministro da Transparência e CGU e, até o momento, é o primeiro ministro do governo Temer que deve permanecer no cargo.

A CGU tem status de ministério e responde por ações de controle interno do governo, prevenindo o combate a corrupção, defendendo o patrimônio público e incentivando a transparência na administração pública.

Em resposta, Wagner Rosário agradeceu ao presidente eleito pela indicação. “Vamos trabalhar firmes em defesa do patrimônio público e no combate à corrupção!”, disse o ministro via Twitter.

Todos os ministros do novo governo serão anunciados pelo perfil oficial do presidente eleito no Twitter para evitar especulação midiática de supostos indicados por parte da imprensa tendenciosa.