Vídeo: Em Portugal, Haddad acusa família Bolsonaro de ter “relação histórica com as milícias”

Derrotado nas eleições de outubro passado, o ex-candidato e professor participou de encontro em Portugal.

 23 de janeiro de 2019 | 8h45
Por Cauê Del Valle

Enquanto o presidente eleito Jair Bolsonaro fazia um dos discursos mais esperados na abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, o candidato derrotado, Fernando Haddad, participava de um encontro em Portugal com jovens lideranças de esquerda.

O petista foi a Lisboa para um ciclo de eventos chamado ”Democracia e perda de Direitos no Brasil” e fez questão de voltar a atacar não só o presidente da República, mas toda a sua família.

“A relação da família Bolsonaro com as milícias é histórica”, disse Haddad.

Ao continuar sua fala, o petista seguiu o já conhecido discurso de que o governo Bolsonaro significa a perda total de direitos no Brasil, citou os supostos perigos que o presidente representa para o que ele chama de democracia e deu caminhos alternativos para que a esquerda brasileira tenha força para voltar ao poder.

Democracia e perda de Direitos no Brasil – em Lisboa, Portugal.

Posted by Fernando Haddad on Tuesday, January 22, 2019

“Tivemos a nítida sensação que entramos aqui que ganhamos a eleição. E assim que tem que ser para ganharmos a próxima”, completou.