TSE nega pedido de Boulos para retirar da internet vídeo que o chama de terrorista

Nesta quinta (20) o Tribunal Superior Eleitoral negou por 6 a 1 o pedido do candidato do

 20 de setembro de 2018 | 12h52
Por Francine Galbier

Nesta quinta (20) o Tribunal Superior Eleitoral negou por 6 a 1 o pedido do candidato do PSOL Guilherme Boulos que queria a retirada de dois vídeos de humor da internet produzidos pelo Canal Hipócritas.

Em um deles, Boulos é chamado de terrorista. Em outro, um candidato fictício que diz ser traficante declara apoio ao PSOL. Na ação, o PSOL alega que o vídeo ofende a honra do candidato e que a Justiça Eleitoral não poderia permitir que um crime fosse imputado ao candidato mesmo que a título de humor.

Os ministros, no entanto, defenderam que os vídeos estão protegidos pelo princípio da liberdade de expressão. As informações são do G1.