Substituta de Moro, Gabriela Hardt interroga réus do processo de sítio de Atibaia

Na última quinta-feira, 1, o juiz federal Sergio Moro aceitou publicamente o convite do presidente eleito Jair

 5 de novembro de 2018 | 19h18
Por Cauê Del Valle

Na última quinta-feira, 1, o juiz federal Sergio Moro aceitou publicamente o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir o futuro super-ministério da Justiça e deu lugar a juíza substituta Gabriela Hardt.

Gabriela, que voltou de férias neste final de semana, interrogou na tarde desta segunda-feira, 5, dois réus do processo do sítio de Atibaia, envolvendo o ex-presidente Lula, que já foi condenado na ação.

Os interrogados foram o ex-diretor da Odebrecht, Armando Guedes Paschoal, e Emyr Diniz Costa Júnior, ex-engenheiro e delator da empreiteira. Conforme aponta a denúncia do MPF, a reforma do Sítio Santa Bárbara totalizaram R$ 1,02 milhão.

O ex-presidente nega ser proprietário do imóvel, que está em nome de sócios de seu filho. O depoimento está marcado para quarta-feira, 14 de novembro. Essa é uma das últimas fases do processo, que antecede somente as alegações finais de réus e do Ministério Público, e por fim, o juiz dará a sentença.