STF desarquiva inquérito que investiga Aécio Neves no caso Furnas

A segunda turma do Supremo Tribunal Federal decidiu desarquivar um inquérito que investiga suspeitas de corrupção e

 20 de novembro de 2018 | 16h29
Por Rafael Rizzo

A segunda turma do Supremo Tribunal Federal decidiu desarquivar um inquérito que investiga suspeitas de corrupção e de lavagem de dinheiro relacionadas à Furnas Centrais Elétricas. O senador e ex-presidente do PSDB Aécio Neves é um dos investigados.

O caso havia sido encerrado por decisão do ministro Gilmar Mendes. A Procuradora Geral da República Raquel Dodge recorreu.

No julgamento do recurso, que começou em setembro, Gilmar Mendes e Dias Toffoli votaram para rejeitar o desarquivamento. Lewandowski pediu vistas, mas votou hoje para retomar a investigação.

Com a decisão, a PGR terá 60 dias para concluir diligências pendentes.

Aécio Neves é atualmente senador da República, mas venceu eleição para ser deputado federal a partir de 2019.

Informações do JOTA e da EBC.