Roger Waters chama Bolsonaro de “neofascista” em seu primeiro show no Brasil

O ex Pink Floyd Roger Waters, que está em turnê pelo Brasil, resolveu militar contra o candidato

 10 de outubro de 2018 | 9h30
Por Francine Galbier

O ex Pink Floyd Roger Waters, que está em turnê pelo Brasil, resolveu militar contra o candidato à Presidência da República do PSL, Jair Bolsonaro, registra O Globo.

Durante o intervalo, chamou meninos e meninas de comunidades paulistanas que vestiam macacões laranjas, como se fossem prisioneiros, e exibiam no final uma camiseta com a inscrição “resista”.

O telão do palco exibiu slides com exemplos de países e líderes políticos que seriam neofascistas. Um dos países citados foio Brasil com Bolsonaro apontado como líder. No final, o telão exibiu o chavão preferido da esquerda no momento, o #EleNão.

Veja a gravação:

Depois de sugerir pacto contra fake news, Haddad espalha mentiras sobre Bolsonaro

Fernando Haddad, candidato do PT, divulgou uma imagem mentirosa sobre o plano de governo de Jair Bolsonaro, candidato do PSL.

Em seu Twitter, Bolsonaro rebateu a fake news do PT. Disse que Fernando Haddad propôs combater notícias falsas ontem, e hoje está divulgando “mentiras descaradas” sobre o concorrente.

“Ontem propôs combate às notícias falsas, hoje espalha mentiras descaradas a meu respeito. Quem está a favor do povo faz política com a verdade, não trabalha a serviço de um corrupto preso, nem faz parte da quadrilha que assaltou os brasileiros e colocou o país na lama. Canalha!”, escreveu Bolsonaro.