Rainha da hipocrisia: Daniela Mercury lidera trio elétrico em ato contra Bolsonaro

Em Salvador, Bahia, a cantora Daniela Mercury subiu no trio elétrico para puxar o ato da campanha

 29 de setembro de 2018 | 19h30
Por Francine Galbier

Em Salvador, Bahia, a cantora Daniela Mercury subiu no trio elétrico para puxar o ato da campanha #EleNão neste sábado, 29.

“O candidato ofende a mim pessoalmente e a meu povo, por isso estou aqui. Nunca tive que fazer isso em minha vida e estou fazendo porque acho extremamente necessário, a gente não pode aceitar uma pessoa que traga ódio e violência”, discursou Daniela.

Veja:

Daniela se coloca como uma defensora do feminismo e da causa gay, mas aderiu a patrulha para forçar Anitta a se posicionar, desafiando-a através de um vídeo a dizer publicamente que era contra Bolsonaro.

Na ocasião, Anitta já tinha se manifestado publicamente afirmando que não queria entrar em brigas por política. Nessa hora, Daniela – a feminista – não quis saber de respeitar a escolha da sua “mana”.

Não é por acaso que o vídeo da Dani intimando Anitta teve mais de 1 milhão de dislikes.