Presidente dos Correios promete ‘fazer barulho’ contra privatização

O presidente dos Correios, Juarez de Paula Cunha, disse a funcionários da empresa durante uma reunão que

 13 de novembro de 2018 | 16h30
Por Rafael Rizzo

O presidente dos Correios, Juarez de Paula Cunha, disse a funcionários da empresa durante uma reunão que vai ‘fazer barulho’ caso o governo Bolsonaro queira privatizar a estatal.

Juarez, que é general, disse, em auditório lotado, que tem boas relações com generais: “O general Mourão é da minha turma. O Bolsonaro foi meu subordinado”.

“Então eu acho que eles não vão se arriscar a fazer a privatização, pois vou fazer um barulho danado. Vou empenhar todos os esforços para defender os interesses da empresa, principalmente dos funcionários”, teria dito Juarez.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos recebe críticas há anos da sociedade brasileira por ser uma estatal que detém monopólio na entrega de cartas no país desde 1978 e mesmo assim acumular prejuízos, além de entregar um serviço muitas vezes insatisfatório. O presidente eleito Jair Bolsonaro já declarou algumas vezes que tem a intenção de privatizar a estatal e quebrar seus monopólio.

A fonte é do O Antagonista.