fbpx
Vídeo
PLN 4 e quem mandou matar Jair Bolsonaro?

Advogado de Adélio deu entrevista polêmica.

12/06/2019 10h16

Ontem, 11, o governo conseguiu se dialogar politicamente no Congresso para a aprovação do PLN 4, que permite ao governo o levantamento de R$ 248,9 bilhões em crédito suplementar para o pagamento de despesas correntes.

Certamente é uma notícia positiva a aprovação do PLN 4, já que evita que pessoas que necessitam da receita de determinados benefícios não deixem de serem atendidas. A aprovação só foi possível graças à articulação do governo, que realizou um acordo com a oposição que envolveu a liberação verba para a Educação e para o programa Minha Casa, Minha Vida.

Entretanto, o crédito vem para cobrir o rombo que há no orçamento do governo, um rombo gigantesco de R$ 248,9 bilhões. Para que seja zerado esse rombo e não seja preciso nos próximos anos a emissão de mais dívida é crucial a aprovação de, por exemplo, uma reforma da Previdência robusta.

Renan Santos, membro do Movimento Brasil Livre (MBL), comentou em vídeo postado na manhã desta quarta-feira (12) no canal do movimento as questões em torno do PLN 4 e um vídeo polêmico do advogado de Adélio Batista.

Estudante de ciências econômicas na Universidade de São Paulo e membro do movimento Neoiluminismo. Liberal convicto admirador da filosofia prática kantiana, economia ortodoxa, Hayek e história econômica institucional.