fbpx
Destaque » Lava-Jato
PF tenta identificar responsável por vazamento de mensagens de Moro e procuradores da Lava Jato

O Telegram nega que o aplicativo tenha sido alvo de hackers

12/06/2019 23h32

Sérgio Moro (Foto: Reprodução)

A Polícia Federal abriu quatro inquéritos para apurar o vazamento de mensagens envolvendo o ministro da Justiça Sérgio Moro e procuradores da Operação Lava Jato. Até o momento, os investigadores trabalham com a hipótese de um ataque hacker orquestrado.

Até o momento, sabe-se que Moro atendeu a uma ligação de um número igual ao dele e isso teria permitido o acesso ilegal ao seu usuário no aplicativo Telegram. Para os investigadores, o número de Moro foi clonado. A Procuradoria-Geral da República informou que integrantes da força-tarefa da Lava Jato também atenderam ligações do próprio número. O órgão abriu procedimento interno para apurar o crime.

O Telegram nega que o aplicativo tenha sido alvo de hackers.

As informações são do G1.