Petistas perdem novamente: Guerra de Barbie

Está muito difícil ser petista! O fracasso da vez foi a chamada “Guerra de Barbie”. A dita guerra

 12 de outubro de 2018 | 17h33
Por Guto Zacarias

Está muito difícil ser petista! O fracasso da vez foi a chamada “Guerra de Barbie”.

A dita guerra começou assim: Petistas começaram a fazer “memes” utilizando Barbies para fazerem criticas sociais, geralmente dizendo que pessoas brancas faziam criticas sobre cotas raciais e ricos faziam criticas contra programas como o Bolsa-Família.

Porém, como era de se esperar, eles foram fortemente refutados, uma vez que essas afirmações são mentirosas: Boa parte da “elite brasileira” é de esquerda. Páginas famosas como a “Socialista de Iphone” ganharam muito prestigio batendo de frente com essa questão. Escritores e intelectuais, como Rodrigo Constantino,  também já nos mostraram as origens desse fenômeno.

Ademais, boa parte das periferias brasileiras é conservadora, se analisarmos o mapa da apuração elaborado pelo portal G1, vemos que Jair Bolsonaro ganhou em periferias paulistanas como: Campo Limpo, Capão Redondo, Jardim São Luís, Lauzane Paulista e São Mateus.

Assim, com a verdade ao nosso lado, a direita teve o caminho pavimentado para ganhar a “guerra de barbie”. Veja: