fbpx
Esquerda » Justiça
PCC e militantes do PT atuavam juntos para coagir sem-teto, diz Ministério Público

Compeliam moradores a votarem no PT e cobravam aluguel, segundo denúncia.

17/07/2019 08h34

Em uma denúncia do Ministério Público, assinada pelo promotor Cassio Roberto Conserino, dezenove integrantes de movimentos sem-teto de São Paulo são acusados do crime de extorsão por invadir edifícios para cobrarem aluguel das vítimas, além de serem compelidos a votarem nos candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Segundo Conserino, caso as vítimas não pagassem, os criminosos “perpetravam todo tipo de ameaças e/ou violência para expulsar
o ‘inadimplente’ do edifício”. O PCC auxiliava a liderança na realização de pressão.

A denúncia também traz a informação que os moradores eram compelidos
“a votar em integrantes do PT, mudar o título eleitoral para o centro de São Paulo, participar de invasões a novos prédios e, por fim, participar de atos em apoio ao ex-presidente Lula e à ex-presidente Dilma”.

Informações da Revista Veja.

pt
Estudante de ciências econômicas na Universidade de São Paulo e membro do movimento Neoiluminismo. Liberal convicto admirador da filosofia prática kantiana, economia ortodoxa, Hayek e história econômica institucional.