MP-SP tenta evitar que PCC resgate Marcola

O Ministério Público Federal de São Paulo apresentou um pedido à Justiça para transferir chefes do PCC

 10 de novembro de 2018 | 21h45
Por Francine Galbier

O Ministério Público Federal de São Paulo apresentou um pedido à Justiça para transferir chefes do PCC para presídios federais, registrou O Antagonista. A promotoria acredita que há risco de resgate na unidade estadual onde os bandidos estão.

Na semana passada, Rogério Pagnan do UOL informou que equipes da tropa de elite da Polícia Militar de São Paulo estão sendo treinadas pelo Exército com armamentos de guerra para uma ação contra o PCC.

O motivo foi a descoberta de um plano de fuga do chefão do PCC, o Marcola. Ele está preso em Presidente Venceslau. No plano de resgate: mercenários estrangeiros, helicópteros, lança-mísseis e metralhadoras. A procuradoria acredita que a ação poderia ser evitada em uma prisão federal.

PCC contra Bolsonaro?

O general da reserva Augusto Heleno, que está na equipe de transição do governo eleito, declarou ao O Globo que  “o serviço de inteligência do país descobriu indícios de um plano, que qualificou como terrorista”, em referência ao ataque contra Jair Messias Bolsonaro, que foi esfaqueado durante sua campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. Há suspeita de que o PCC pode ter envolvimento no atentado.