Marcelo D2 admite que pode ter sido racista com Hélio Bolsonaro e pede desculpas pela “energia ruim”

Marcelo D2 está arrependido de ter entrado em uma discussão virtual contra o deputado eleito pelo Rio

 1 de novembro de 2018 | 10h38
Por Rafael Rizzo

Marcelo D2 está arrependido de ter entrado em uma discussão virtual contra o deputado eleito pelo Rio de Janeiro Hélio Bolsonaro. Tudo começou ontem, dia 1 de novembro, quando o rapper postou em seu twitter sobre o “negão do Bolsonaro”, que seria uma “nova nomenclatura para o escravo da casa grande” e que Hélio “batia palma para o patrão, no caso lamber coturno do capetão”.

Hélio Bolsonaro não deixou isso passar em branco e iniciou uma discussão com Marcelo D2, explicando sua história com Bolsonaro e criticando o pré-julgamento feito pelo rapper. O caso foi reportado pela Francine Galbier aqui.

O caso viralizou e tomou as redes sociais, com a hashtag #MarceloD2racista chegando aos trending topics do twitter, e com memes no Facebook batendo dezenas de milhares de likes em diversas páginas.

A repercussão negativa fez D2 se arrepender de ter iniciado a briga. Hoje, também no twitter, questionado por um seguidor sobre ter sido racista, ele admitiu ter “usado mal as palavras”, e ainda pediu desculpas pela “energia ruim desencadeada”.

Siga o MBL no instagram @mblivre