Lançamento do MBL Estudantil ocorrerá nesta sexta-feira

Há anos nós observamos a doutrinação dia após dia em nossas escolas básicas e o MBL não

 19 de novembro de 2018 | 11h34
Por Gustavo Sales

Há anos nós observamos a doutrinação dia após dia em nossas escolas básicas e o MBL não vai ficar calado perante tal situação. Visando acabar com a doutrinação escolar e mostrar para nossos estudantes que existe uma maneira diferente de enxergar o mundo, que não pelas lentes marxistas, criamos o MBL Estudantil.

Essa nova plataforma proverá a alunos painéis e discussões, mostrando uma diferente visão de mundo e ensinando-os a questionar professores mal intencionados. Mais de 3 mil estudantes já estão em grupos do novo movimento, promovendo discussões e realizando networking entre jovens interessados em lutar por um Brasil mais livre.

Identificamos no Brasil a necessidade de criar um ambiente escolar que prolifere conhecimento, não apenas ideologias escolhidas pelo professor ou pelo MEC. Por isso a principal pauta inicial do MBL Estudantil será a aprovação do Escola Sem Partido. O projeto de lei visa criar um ambiente escolar de aprendizado e de questionamento, dando ao  professor a obrigatoriedade de abordar  igualmente as principais correntes de pensamento daquele assunto.

O movimento será inaugurado nesta sexta-feira (23), no 4° Congresso Nacional do MBL. Neste dia os convidados terão a oportunidade de aprender sobre comunicação, militância e articulação política com nossos coordenadores, além de participar de um campeonato de debates. No final o ganhador irá debater com Kim Kataguiri.

O objetivo do movimento será tirar o monopólio da representatividade estudantil das mãos de entidades como a UNE (União Nacional dos Estudantes) e a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), que dizem representar os estudantes, mas na prática representam partidos de esquerda.

Se interessou pelo projeto? Basta mostrar interesse e procurar as redes sociais do Estudantil que indicaremos o que precisamos para te adicionar em um de nossos grupos. Além disso, não perca o lançamento do movimento no 1° dia do Congresso.

Te aguardamos lá!