Justiça do Rio manda Youtube tirar vídeos em que Olavo de Carvalho critica Caetano Veloso

Caetano Veloso parece ser uma entidade que só pode criticar e nunca ser criticado. Um café do

 27 de novembro de 2018 | 10h03
Por Rafael Rizzo

Caetano Veloso parece ser uma entidade que só pode criticar e nunca ser criticado. Um café do leite da cultura nacional.

A 6ª vara civil do Rio de Janeiro ordenou o Youtube a retirar três vídeos com críticas ao Caetano. Um deles é do professor e filósofo Olavo de Carvalho.

No vídeo, Olavo diz que Caetano tem “a cabeça torta e cheia de merda”. A juíza Luciana Halbritter considerou o conteúdo ofensivo.

Há menos de um mês, outra ação de Caetano deixou a internet confusa. O blogueiro Flávio Morgestern havia subido a #CaetanoPedófilo no twitter em referência ao fato de Caetano, já na casa dos 40 anos, ter tido relações com Paula Lavigne com 13 na época.

A Justiça condenou Flávio por danos morais.

Mas que nome a própria Justiça daria a quem tem relações com meninas de 13 anos?

As informações são do O GLOBO.