Jovem que simulou suástica na barriga fez mais lesões antes de depor à polícia

Um novo laudo pericial reforça que a jovem marcada com uma suástica na barriga por supostos eleitores

 13 de novembro de 2018 | 11h37
Por Rafael Rizzo

Um novo laudo pericial reforça que a jovem marcada com uma suástica na barriga por supostos eleitores do Bolsonaro realmente simulou tudo e foi responsável pelas próprias lesões.

Pior ainda: a moça foi aumentando as mentiras à medida que o caso ganhava força, chegando ao ponto de se auto-mutilar antes de sua primeira entrada no Departamento Médico Legal, no dia 9 de outubro, e de seu depoimento na Polícia Civil, no dia 10.

O Departamento de Criminalística concluiu que haviam mais lesões na barriga da jovem no dia 10. Além disso, nenhuma câmera da região onde teria acontecido o suposto ataque registrou qualquer movimentação atípica no dia em que a jovem registrou a ocorrência.

Ou seja, tudo não passou de uma armação barata para tentar atingir a campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro. Mas a mentira tem perna curta.

A jovem será indiciada por falsa comunicação de crime.

O nome da jovem foi preservado por questões de segurança.

Informações do jornal Zero Hora.