Internet ironiza falta de apoio feminista à juíza Gabriela Hardt

“O Twitter de vocês também tá com defeito? Até agora não apareceram pra mim as hashtags exaltando

 15 de novembro de 2018 | 11h16
Por Rafael Rizzo

“O Twitter de vocês também tá com defeito? Até agora não apareceram pra mim as hashtags exaltando a coragem, a competência e a firmeza da juíza Gabriela Hardt diante de poderosos homens brancos heterossexuais. Que coisa!”

O tweet acima é do comediante Antonio Tabet e já tem 20 mil curtidas. Apenas um dentre milhares de outros tweets ironizando o silêncio das feministas com o trabalho da juíza Gabriela Hardt na Lava Jato.

Ontem, a juíza que substitui Sergio Moro interrogou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo que investiga se houve ou não pagamento de  propina no Sítio Santa Bárbara, em Atibaia.

Logo no começo, Lula, naquele estilo folgado, já pergunta se o Sítio de Atibaia é ou não dele. Hardt barrou ali mesmo a gracinha do ex-presidente: “Isso é o senhor que tem que responder. Se começar com esse tom, a gente vai ter problema.”

Em outro trecho, a juíza diz que não estava lá para ser interrogada, mas para fazer perguntas; e Lula deveria ficar em silêncio ou responder as perguntas. O comediante e apresentador Danilo Gentili publica este trecho de vídeo e diz “Lute como essa garota, Manuela”, marcando a ex-candidata a vice na chapa do PT, Manuela Dávila.

Já o perfil humorístico Joaquim Teixeira publicou: “NÃO VEREMOS NENHUMA SUVACO PELUDO APOIANDO ESSA DEMONSTRAÇÃO DE EMPODERAMENTO FEMININO. “. E ainda: “LUTE COMO UMA GAROTA: SER SUBMISSA E ACATAR AS ORDENS DE DOIS MACHOS BRANCOS RICOS E HETEROS. JULGUE COMO UMA GAROTA: TER AUTORIDADE E COLOCAR O MACHO BRANCO RICO HETERO NO SEU DEVIDO LUGAR.”

Veja trecho do depoimento de Lula para Gabriela Hardt abaixo: