Em apenas uma hora, mais de 2 mil pessoas se inscrevem no Mais Médicos

O Ministério da Saúde informou na manhã desta quarta-feira, 21, que em apenas uma hora após o

 21 de novembro de 2018 | 12h21
Por Rafael Rizzo

O Ministério da Saúde informou na manhã desta quarta-feira, 21, que em apenas uma hora após o início das novas inscrições do programa Mais Médicos, mais de 2 mil médicos se apresentaram para trabalhar.

Ao todo, são mais de 8 mil novas vagas abertas para brasileiros e estrangeiros com diploma revalidado no Brasil. As vagas foram abertas após Cuba anunciar a retirada de seus médicos do programa após “ameaças” de Bolsonaro. As supostas ameaças eram exigências de que os profissionais fiquem com todo o salário que têm direito, que revalidem seus diplomas e que tenham liberdade de trazer seus familiares ao país.

Houve preocupação de setores da sociedade com a saída de médicos cubanos do programa, já que lugares mais isolados dos grandes centros urbanos poderiam ficar sem médicos. As vagas foram ofertadas em mais de 2.800 municípios e 34 distritos indígenas. Nesse edital, os médicos podem escolher e confirmar onde vão trabalhar logo após a inscrição.

Há relatos de dificuldades de acesso ao sistema de inscrições dos médicos, o que fez a Associação Médica Brasileira pedir a prorrogação do prazo de inscrições. O Ministério da Saúde informou que mais de 1 milhão de pessoas acessaram o site e, por isso, o sistema teve algumas quedas, mas que tudo segue normalmente.

O início das atividades está previsto para o dia 3 de dezembro. Caso as vagas não sejam preenchidas, o Ministério da Saúde irá abrir um segundo edital no dia 27 para brasileiros e estrangeiros formados no exterior.

Ainda sobre a Saúde, ontem o presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou que o Ministro da Saúde será Luis Henrique Mandetta, médico ortopedista e atual deputado federal pelo DEM.

As informações são da Folha de São Paulo.