fbpx
Justiça
Dilma pede explicações a Jair Bolsonaro no STF sobre fala do presidente

Bolsonaro relembrou crime ocorrido durante período militar.

18/07/2019 08h29

A ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT), apresentou uma interpelação ao Supremo Tribunal Federal (STF) para exigir explicações do atual presidente, Jair Bolsonaro, sobre recente declaração feita em Dallas, nos EUA, em que insinuou que ela teria participado do assassinato do capitão americano Charles Chandler, em outubro de 1968.

“Quem até há pouco ocupava o governo teve em sua história suas mãos manchadas de sangue na luta armada, matando inclusive um capitão”, disse Bolsonaro em maio, referindo-se a Chandler.

O militar americano tinha 30 anos e foi vítima de uma emboscada em São Paulo, atribuída a Carlos Marighella e outros guerrilheiros ligados à Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) e à Ação Libertadora Nacional (ALN).

Caso Bolsonaro confirme que se referia à Dilma, ela, que nega participação no crime, poderá processá-lo por injúria, difamação e calúnia.

Informações do O Antagonista.

Estudante de ciências econômicas na Universidade de São Paulo e membro do movimento Neoiluminismo. Liberal convicto admirador da filosofia prática kantiana, economia ortodoxa, Hayek e história econômica institucional.