Como a máquina de fake news petista atacou Bolsonaro sobre a lei de pessoas com deficiência

Em 2015, o Congresso Nacional aprovou por unaminidade, depois de quase 10 anos de tramitação, a Lei

 14 de outubro de 2018 | 20h29
Por Rafael Rizzo

Em 2015, o Congresso Nacional aprovou por unaminidade, depois de quase 10 anos de tramitação, a Lei Brasileira de Inclusão, para “buscar garantir acesso das pessoas com deficiência às diversas esferas da vida social”.

Quatro anos depois e a propaganda petista na TV diz que o projeto teve dois votos contrários. Mas como assim dois votos contrários em um projeto aprovado por unaminidade?

Não se sabe de onde a mentira surgiu ainda, mas é certo que a Revista Fórum, blog que pertence à esgotosfera ao lado de outros portais que inclusive já saíram na Lava Jato, lançou a mentira no dia 3 de outubro.

O site diz com todas as letras que Bolsonaro pai e filho teriam votado contra a LBI, o que não é verdade. O site Boato.org já desconstruiu a Fake News e esclareceu que eles votaram para aprovar o projeto todo, mas tentaram retirar apenas um único trecho do texto.

 

Nada disso impediu o PT de levar a mentira à TV.

O caso revela como funciona a máquina de mentiras do PT: usam blogs de pouca expressão para gerar manchetes mentirosas sobre seus adversários. Basta que a campanha oficial do PT recorte o que interessa destes blogs e leve os ataques para a TV.

Esse blogs têm de ser investigados assim que a nova Câmara dos Deputados assumir no ano que vem.

Veja as melhores Fake News do segundo turno até agora no vídeo abaixo: