fbpx
Política Internacional
Arábia Saudita suspende compra de carne de frango de cinco frigoríficos do Brasil

A decisão do governo saudita foi comunicada ao governo brasileiro. A Arábia Saudita é a maior importadora de carne de frango do Brasil

22/01/2019 19h04

A Arábia Saudita decidiu, em mensagem enviada ontem (21) ao governo brasileiro, suspender a importação de carne de frango de 5 dos 30 frigoríficos do Brasil em seu território. Entre as cinco unidades barradas estão as da BRF e JBS. A Arábia Saudita é a maior importadora de carne de frango do Brasil, com um total de 486,4 mil toneladas exportadas ao país árabe em 2018.

Especula-se que os motivos do governo saudita ter barrado as importações brasileiras de carne de frango tenham sido por conta dos desdobramentos da Operação Carne Fraca e também da intenção do governo Bolsonaro de mudar a embaixada brasileira, em Israel, de Tel Aviv para Jerusalém.

Durante a campanha e depois de eleito, Bolsonaro deu declarações favoráveis a mudança da embaixada, o que gerou aproximação do governo brasileiro com o governo israelense, representada na vinda do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, a posse do presidente Jair Bolsonaro. Mas essa mudança também gerou atritos com os países árabes. Em novembro do ano passado, o Egito cancelou uma viagem da comitiva brasileira ao país para tratar de acordos comerciais entre os dois países.

O ex-secretário-geral da Liga Árabe Amr Moussa disse ao Estadão que a decisão da Arábia Saudita de descredenciar cinco frigoríficos brasileiros é retaliação contra o governo de Jair Bolsonaro.

As informações são do Estadão, Folha e O Antagonista