Antiga deputada da Venezuela afirma ter sido agredida por chavistas. Entenda

A venezuelana Maria Corina Machado, opositora da ditadura de Nicolás Maduro, anunciou por meio do seu perfil

 25 de outubro de 2018 | 14h40
Por Guto Zacarias

A venezuelana Maria Corina Machado, opositora da ditadura de Nicolás Maduro, anunciou por meio do seu perfil oficial no Twitter que foi agredida por aliados do regime. De acordo com Maria, ela e sua equipe sofreram agressões e roubo. A ex-deputada diz que o ataque pode ter sido planejado e executado pela prefeita de Píar, que é partidária de Maduro.

Corina é crítica ferrenha da ditadura venezuelana e uma das lideranças da oposição. Foi a deputada mais votada da Venezuela durante as eleições de 2010, e perdeu o mandato em 2014 recebendo uma sanção para que ficasse um ano sem disputar eleições, por isso não conseguiu disputar em 2015.

Marta Lúcia Ramirez, vice-presidente da Colômbia, também em sua conta oficial no Twitter, manifestou apoio a Corina e disse que “qualquer coisa que aconteça a María Corina Machado é responsabilidade do ditador Maduro.”

A informação é do Estadão.