Antes com “tesão de 20”, Lula agora está “envelhecido”

“Quero dizer pra eles: tenho 72 anos, energia de 30 e tesão de 20. Vou enfrentar eles

 22 de novembro de 2018 | 15h44
Por Rafael Rizzo

“Quero dizer pra eles: tenho 72 anos, energia de 30 e tesão de 20. Vou enfrentar eles de cabeça erguida. Não fiquem de cabeça quente com essas manifestações”‘. Foi com essa frase que Lula minimizou sua idade avançada e tentou mostrar força para fazer uma campanha eleitoral.

A declaração obviamente foi inútil. Lula já estava preso e poderia ter a disposição que quisesse, mas jamais sairia dos 15 metros quadrados da cela onde cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Só sairia da sua cela 7 meses mais tarde pra tomar umas broncas da juíza Gabriela Hardt.

Sua primeira aparição pública em meses deixou a imprensa preocupada. Mônica Bergamo, da Folha, publicou “Lula envelhecido impressiona e tribunais voltam a discutir prisão domiciliar”. Ué? E o tesão de 20? E a energia de 30? Onde foi parar isso tudo?

Apesar da manchete, Mônica diz em sua matéria que as chances de Lula conseguir uma prisão domiciliar são remotas. Mesmo assim, a internet ironizou a ideia.

“Lula em prisão domiciliar vai para o sítio ou triplex” e “Lula não tem domicílio, é tudo dos amigos dele” foram alguns dos comentários feitos.