Análise Econômica
“A nossa realidade é que nós estamos no fundo do poço”, afirma Paulo Guedes

O ministro conta com o Congresso para aprovação de reformas

15/05/2019 10h30

Ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: Adriano Machado/Reuters)

A estimativa de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) caiu para 2019. A previsão inicial em 2018 era de 2,5% de crescimento, e agora é de 1,5%.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na última terça-feira (14) que a economia brasileira está no fundo do poço. Segundo Guedes: “O crescimento, que era 2% quando fizeram as primeiras simulações, já caiu para 1,5%. Já começa o contingenciamento de verba”.

Para o ministro, a solução está no congresso, que tem a premissa de instituir as reformas necessárias. “Então, não adianta achar que nós vamos crescer por fora, que vamos crescer 3%. Não é a nossa realidade. A nossa realidade é o seguinte: estamos lá no fundo. Agora, está nas mãos da Casa nos tirar do fundo do poço, com esse equacionamento fiscal”, afirmou Guedes.

Novos contingenciamentos devem ser anunciados ainda em maio para suprir o déficit primário de R$ 139 bilhões. O ministro acrescentou: “Quando cai para 1,5%, as receitas são menores ainda e aí já começam os planejamentos de contingenciamento de verba para frente. Já começam as trajetórias futuras de despesas a serem apertadas, já começa todo mundo a falar: ‘Olha, vai ter que contingenciar’. Não são cortes, são contingenciamento. São preparatórias ainda”.

De algum lugar o dinheiro tem que sair, certo? Uma pena que a situação tenha chegado a esse ponto, mas quem sabe assim o brasileiro se dará conta do extremo que o país alcançou nas mãos destrutivas do PT.

Informações são do G1.

Biomédica, especialista em Genética e entusiasta política. Coordenadora do MBL Londrina.