Ministro substituto do TSE, Carlos Horbach ordenou que o Twitter informe detalhes de 16 usuários que comemoraram o atentado contra o candidato do PSL Jair Bolsonaro, esfaqueado no último 6 de setembro em Juiz de Fora, MG. Apesar de não ter ordenado a remoção das postagens, o juiz estipulou uma multa diária de 50 mil reais em caso de descumprimento. As informações são do O Globo.

o/ Francine Galbier