Nesta quarta-feira, 07, o Senado aprovou por 41 votos a 16 o projeto que estava parado desde 2016 na casa e já havia sido aprovado pelo Congresso, que aumenta em 16% os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Com o reajuste aprovado, os subsídios dos magistrados passarão de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. Agora a aprovação segue para sansão presidencial e pode ser vetado pelo presidente Michel Temer.

Dentre os votos favoráveis ao aumento está o do senador Acir Gurgacz (PDT-RO), derrotado na disputa pelo governo de Rondônia nas últimas eleições, mas que mantém seu mandato como senador mesmo tendo a determinação da pena de quatro anos e meio de prisão, em regime inicial semiaberto, sendo a sentença imposta em fevereiro pelo próprio STF. Acirle foi condenado pela segunda turma da Corte pelo crime de desvio de finalidade na aplicação de financiamento obtido em instituição financeira oficial.

Segundo cálculos de consultorias da Congresso e do Senado, o reajuste aprovado ontem poderá causar um impacto de R$ 4 bilhões nas contas públicas da União.

o/ Cauê Del Valle

Vídeo: Constrangido por Kéfera em Encontro, Wallace fala com exclusividade ao MBL News

O assunto do final de semana foi o show de arrogância da youtuber Kéfera no programa global > continuar lendo…

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…