O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, deixará para a segunda turma a decisão sobre um novo pedido da defesa de Lula que quer anular o processo sobre o triplex no Guarujá e a consequente liberdade do ex-presidente.

A defesa de Lula alega que a aceitação de Moro para o Ministério da Justiça no governo Bolsonaro indica imparcialidade do magistrado. Diz trecho da peça:

“Segundo recentes revelações, já públicas e notórias, [Moro] mantinha contato com a alta cúpula da campanha do presidente eleito –que, por seu turno, manifestou desejo de que o Paciente venha a ‘apodrecer na cadeia'”
A segunda turma é composta pelos ministros Edson Fachin, Gilmar Mendes, Lewandowski, Celso de Mello e pela ministra Carmen Lúcia, substituindo Dias Toffoli, que foi para a presidência do Supremo.
Moro condenou Lula à prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em julho de 2017. A sentença foi confirmada por 3 desembargadores do TRF-4. Pedidos de suspeição do juiz Moro apresentados pela defesa de Lula já foram negados em 3 instâncias.
Os processos da Lava Jato continuam normalmente, mas agora administrados pela juíza Gabriela Hardt, que ficará à frente da operação até um novo juiz titular ser escolhido pelo TRF4.
As informações são do UOL.
o/ Rafael Rizzo

Vídeo: Constrangido por Kéfera em Encontro, Wallace fala com exclusividade ao MBL News

O assunto do final de semana foi o show de arrogância da youtuber Kéfera no programa global > continuar lendo…

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…