Esposa do juiz federal Sergio Moro, a advogada Rosângela Moro se manifestou pela primeira vez sobre o convite de Jair Bolsonaro, presidente eleito, para que seu marido seja ministro da Justiça no próximo governo.

Em seu Instagram, Rosângela publicou uma notícia do portal O Antagonista e declarou que o marido tem todo seu apoio.

Veja:

Autonomia total

Vice-presidente eleito, Hamilton Mourão disse para Andréia Sadi que o juiz Sergio Moro, que será ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, terá “autonomia total” para realizar indicações, até mesmo a do diretor da Polícia Federal, sendo que as decisões serão tomadas “sempre conversando com o presidente”.

Segundo o portal jurídico JOTA, o juiz federal da Lava Jato em primeira instância irá se afastar desde logo das atividades da magistratura, e deixará de realizar audiências, como a que está marcada para o próximo dia 14 de novembro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com seu afastamento, Gabriela Hardt, juíza substituta, ficaria a cargo da Lava Jato na Justiça Federal do Paraná.

***

o/ Francine Galbier