A recente pesquisa divulgada pelo Ibope mostra um dado fundamental para entender a atual conjuntura política brasileira: 75% dos entrevistados disseram que as mensagens recebidas pelo celular não influenciaram na decisão de voto.

Esse dado quebra uma das maiores narrativas petistas para essa eleição: de que a propagação de fake news seria o motivo pelo qual Jair Bolsonaro está disparado na liderança das intenções de voto. Essa história surgiu pouco depois da Folha de São Paulo publicar uma matéria dizendo que empresários bancaram uma campanha contra o PT nas redes sociais.

Os números

O Ibope questionou os eleitores se, fora a propaganda eleitoral gratuita, eles receberam qualquer mensagem do tipo pela plataforma na semana anterior à votação e 73% responderam que não.

A porcentagem de eleitores que receberam ataques contra Jair Bolsonaro no WhatsApp é igual ao percentual de críticas a Haddad: 18%.

Além disso, 75% disseram que não são influenciados pelo WhatsApp.

Está difícil ser Fernando Haddad.

o/ Guto Zacarias

Vídeo: Constrangido por Kéfera em Encontro, Wallace fala com exclusividade ao MBL News

O assunto do final de semana foi o show de arrogância da youtuber Kéfera no programa global > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…