A Polícia Civil de Minas Gerais está finalizando a perícia para identificar a queda do avião de pequeno porte que deixou quatro mortos na zona rural de Jequitaí, norte de Minas Gerais. A hipótese é que houve uma falha mecânica no momento em que o avião se aproximava da pista de voo da fazenda do empresário Adolfo Geo, dono da aeronave. Adolfo, a esposa Margarida, o piloto Marco Aurélio e o co-piloto Oliver faleceram na queda.

O delegado Diego Casemiro da Silva, responsável pelo caso, disse que as investigações foram encerradas por volta das 16h30. “Estamos trabalhando com hipótese de falha mecânica do avião no momento da aproximação do aeroporto da fazenda. Tudo indica que o piloto tentou arremeter, mas acabou caindo.” Casemiro afirmou que os técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos irão detalhar o fato. A previsão é que as investigações se iniciem até terça-feira, 27, pela manhã.

Adolfo Geo era sócio do grupo brasileiro ARG, investigado pela Lava Jato em São Paulo em uma denúncia  de lavagem de dinheiro envolvendo o ex-presidente Lula. Lula teria recebido 1 milhão de reais do controlador do grupo, Rodolfo Geo, filho de Adolfo e Margarida.

As informações são do G1.

o/ Francine Galbier

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…