Mesmo antes do depoimento do ex-presidente Lula à juíza Gabriela Hardt, petistas já davam sinais de que a coisa só ia piorar para eles. Gleisi Hoffmann, por exemplo, disse que Gabriela já não tinha imparcialidade para julgar Lula.

Aí veio o depoimento de Lula e o Brasil conheceu Gabriela Hardt: firme, séria e sem dar espaço para gracinha, a juíza substituta de Moro na Lava Jato foi irredutível logo nos primeiros minuto do depoimento: “Se começar nesse tom, a gente vai ter problema”, disse interrompendo Lula que já ia começar sua vitimização.

Ao que tudo indica, Lula foi incapaz de refutar as provas apresentadas contra ele e deve ser condenado pela segunda vez em breve. Mais um indicativo de sua eminente condenação é o desespero que tomou conta dos petistas: parlamentares estão usando as redes sociais para atacar a juíza Gabriela.

Lindbergh Farias, senador que não conseguiu ser reeleito, publicou no Twitter:

“O pedido de exoneração de Moro após 48h do depoimento de Lula é mais uma farsa. Diante da possibilidade do processo ser redistribuído, o juiz e futuro ministro de Bolsonaro garantiu que o processo caísse no colo de uma substituta que continuasse sua perseguição.”

Já o deputado Paulo Pimenta disse que Moro ainda mantém controle no processo:

“Por que Moro só pediu exoneração após depoimento de Lula? Manobra foi denunciada pelo dep Pimenta há 2 dias! Hj Moro concretizou seu plano! Ele manteve processo de Lula sob seu controle,por meio da sua juíza substituta,e agora pede exoneração p/ fugir das acusações no CNJ.”

Ou seja, Paulo insinua que Gabriela Hardt não é independente, mas é controlada por Moro. Isso não é machismo?

Gleisi Hoffmann preferiu chamar Hardt de autoritária e insinuou que a juíza é seguidora do Bolsonaro:

“A juíza Gabriela Hardt ao querer mostrar autoridade foi autoritária, além de desrespeitosa, com o presidente Lula durante seu depoimento. Em tempos de Bolsonaro no poder seus seguidores se revelam em comportamentos. Lula foi digno, como sempre.”

Com esses ataques o PT revela que está preocupado com o desfecho de mais um processo na Lava Jato. E é o desfecho que o povo brasileiro espera.

o/ Rafael Rizzo

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…