O presidente eleito Jair Messias Bolsonaro já afirmou mais de uma vez que vai abrir o sigilo do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social: “BNDES, da minha parte, nós vamos abrir todo o sigilo para vocês, sem exceção. É o dinheiro do povo e nós temos que saber onde está sendo usado. Na primeira semana já é possível, até para dar matéria para vocês se preocuparem com outra coisa a não com o presidente”, disse à imprensa.

Como reportado aqui no News por Rafael Rizzo, o BNDES recebeu aportes do tesouro de mais de meio trilhão de reais desde 2008. Sendo que mais de R$ 300 bilhões desse dinheiro é subsídio que a União vai ter de pagar até 2060. Para piorar, parte do montante envolve negociações sigilosas, inclusive com países como Cuba e empreiteiras como a Odebrecht, que está envolvida em esquemas de corrupção.

Neste vídeo, Rubinho Nunes trata sobre as ditaduras já financiadas via BNDES durante os governos do PT:

o/ Francine Galbier