A nova pesquisa eleitoral feita pela CNT/MDA, trouxe os seguintes índices de votos válidos: Bolsonaro (PSL) com 57% e Haddad (PT) com 43%.

Para 91% dos eleitores do candidato do PSL, o voto está definido. Os de Hadadd somam 91,3%.

Já os índices de rejeição foram os mesmos das últimas pesquisas:

Haddad lidera esse quesito com 51,4%, enquanto 42,7% dos eleitores rejeitam Jair Bolsonaro. De fato, as pessoas não tem apreço pelo poste

Interesse:

41,3% dos entrevistados alegaram ter muito interesse nessa eleição; 14% demonstraram pouco ou nenhum interesse.

Típico de uma eleição onde as pessoas estão desiludidas com os políticos de carreira, buscando alternativas para o establishment.

Sobre a pesquisa:

Foram ouvidos 2.002 entrevistados em 137 cidades de 25 Estados, nos dias 20 e 21 de outubro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR-00346/2018.

o/ Guto Zacarias

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…