A comunista Manuela D’ávila (PCdoB), candidata a vice-presidente de Fernando Haddad na chapa do PT, pediu para o TSE remover mais de 80 publicações em diferentes redes sociais, mas teve seu pedido rejeitado pelo ministro Carlos Hobach. Segundo ele, o tipo de publicação feita é “charge virtual e espontânea, que viraliza no ambiente digital”. Sendo assim, memes não podem ser comparados às “fake news”, e contam como liberdade de expressão.

É curioso ver como o PT, PCdoB e PSOL, que passaram a campanha inteira “denunciando” como Bolsonaro seria uma ameaça à democracia, estão indo na justiça toda hora para pedir que censurem memes e bloqueiem o Whatsapp. Onde está, afinal, a liberdade de expressão que esses partidos dizem defender? Só é liberdade de expressão quando agrada a eles? Até quando o Brasil vai aturar esses aspirantes a ditadores?

O PSOL vai suspender o Whatsapp? Veja vídeo de Kim Kataguiri.

 

o/ Rafael Rizzo

Vídeo: Constrangido por Kéfera em Encontro, Wallace fala com exclusividade ao MBL News

O assunto do final de semana foi o show de arrogância da youtuber Kéfera no programa global > continuar lendo…

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…