Foi julgada improcedente a ação civil pública do Ministério Público Federal que pedia a condenação de Jair Bolsonaro por racismo, assim como reparação por danos morais à comunidade quilombola, por conta de declarações do candidato em palestra na Hebraica, no Rio de Janeiro. A decisão foi da 8º Turma do TRF-2 e a informação foi divulgada por Flávio Bolsonaro, filho de Jair, em seu perfil no Twitter:

Veja o acordão da decisão, divulgada pelo O Antagonista.

o/ Francine Galbier