“Ele tem uma escolha, que é não apoiar o PT. Essa já é uma escolha.”, disse João Amêdo, presidenciável do NOVO, ao O Globo.

Questionado sobre se apoiar Jair Bolsonaro significaria apoiar a velha política, respondeu: “Qualquer um dos dois é apoiar a velha política. Apoiar o PT ou apoiar o Bolsonaro é apoiar a velha política. Já não temos mais a opção de apoiar a nova política. Então, isso (o apoio à velha política) não será mais determinante para a nossa decisão, porque os dois são tradicionais na política, o Bolsonaro já está aí há 27 anos, já passou por diversos partido. E o PT também por tudo que fez. Por isso, a decisão não é simples. O PT é uma opção pior, por isso, votar no PT eu não voto.”

Em nota oficial publicado no Facebook, o NOVO anunciou que ficará neutro no segundo turno e não apoiará ninguém. Leia a nota:

“O NOVO obteve importantes conquistas e sai fortalecido das eleições de 2018. No entanto, o cenário presidencial no segundo turno não é aquele que desejávamos.

Manteremos nossa coerência e nossa contribuição à sociedade se dará através da atuação da nossa bancada eleita, alinhada com nossos princípios e valores.

O NOVO não apoiará nenhum candidato à Presidência, mas somos absolutamente contrários ao PT, que tem ideias e práticas opostas às nossas.”

o/ Francine Galbier