Irmão do ator Bruno Gagliasso, Thiago Gagliasso declarou apoio ao candidato do PSL Jair Messias Bolsonaro. O assunto se tornou relevante apenas porque Bruno é conhecido por fazer uma militância ferrenha para a esquerda.

Thiago escreveu em seu Instagram:

“E esta chegando a hora da eleição, falta pouco pra gente poder exercer nosso direito que é VOTAR !!! Porque muitas pessoas acham que o direito é somente de PROTESTAR, também, depois que vota errado é o que resta fazer Não sou nenhum cientista político, muito menos um gênio pra saber a solução do nosso País ! Mas as vésperas das eleições! Só nos restou 2 opções PT ou 17!”

 

View this post on Instagram

E esta chegando a hora da eleição, falta pouco pra gente poder exercer nosso direito que é VOTAR !!! Porque muitas pessoas acham que o direito é somente de PROTESTAR, também, depois que vota errado é o que resta fazer Não sou nenhum cientista político, muito menos um gênio pra saber a solução do nosso País ! Mas as vésperas das eleições! Só nos restou 2 opções PT ou 17 ! Então 17 ! Eu ia no #30 Amoedo, porém temos a chance com o #17 de cortar o MAL pela RAIZ, q é essa DESGRAÇA que tanto nos roubou ! PT ! “Ah Thiago, mas existem outras opções ? SIM existia, ha meses atrás, agora não mais” O #EleNao ajudou a polarizar as eleições e alguns perceberam! Estou longe de achar ele um MITO, mas só fato de estar indo contra essa quadrilha, e metendo a CARA, merece meu VOTO ! “Nossa vc vai votar, num homofóbico, racista, ah então você tambem é” Antes que venha esse tipo de ignorância !!! quem vota em LADRÃO(comprovado) é LADRÃO TBM ? tem moral pra falar O QUE ? E quem vai votar em quem diz: “recebo o Juiz Sergio Moro a bala” e assassino também? Como disse acima, voto é um direito cada um faz o seu ! E o meu é #17 BANDEIRA DO MEU PAÍS É 🇧🇷 e não 🔴 ! (Respeito a opinião de todos, é apenas a minha) #17

A post shared by Thiago Gagliasso Ferreira (@thigagliasso) on

Thiago, que também é ator, já tinha se pronunciado sobre a hipocrisia da campanha #EleNão, da qual seu irmão faz parte.

“Vamos falar sobre umas verdades? #EleNão? Só isso que vocês falam? Deixa ele. Lembra da campanha do balde de gelo?”, escreveu também em seu Instagram. Logo depois, apagou o post e justificou:

“Vamos la, acho que até o meu filho de quase 3 aninhos consegue entender o que o Papai quis dizer !
Foi legal ver 90% dos comentários positivos levando em conta que 81% dos meus seguidores são mulheres entre 18 a 35 anos em grande maioria, e entendeu exatamente o que eu quis falar !!! (Obs: eu nunca comprei likes ou seguidores, só pra avisar). Mas Thiago, pq você apagou ? Pq não existe, diálogo com esses 10% de ignorantes que só sabem xingar!”, escreveu.

Mas parece que o almoço em família está a salvo. No mesmo post, Thiago escreveu sobre sua relação com Bruno. Disse: “É um orgulho ser irmão de um cara tão foda ! Mesmo a gente pensando diferente em certas questões!”.

o/ Francine Galbier

Vídeo: Constrangido por Kéfera em Encontro, Wallace fala com exclusividade ao MBL News

O assunto do final de semana foi o show de arrogância da youtuber Kéfera no programa global > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…