A Folha de S. Paulo publicou uma matéria intitulada: “Ex-mulher afirmou ter sofrido ameaça de morte de Bolsonaro, diz Itamaraty”.

Segundo a reportagem, Ana Cristina Valle teria afirmado ao Itamaraty em 2011 que deixou o Brasil após ter sido ameaçada pelo ex-marido. Na época, eles estavam em uma disputa judicial pela guarda do filho que tinha 12 anos.

O curioso é que Ana Cristina usa até hoje o sobrenome de Bolsonaro e apoia a candidatura do ex-marido ao Planalto.

Leia a reportagem completa da Folha clicando aqui.

o/ Francine Galbier