Com o intuito de levar seus líderes e candidatos eleitos, Kim Kataguiri, Fernando Holiday e Arthur do Val (Mamãe Falei), aos rincões do petismo no nordeste para expor o projeto de poder defendido por Fernando Haddad, a Jornada Patriótica promovida pelo MBL chegou à cidade de Brejão, Pernambuco, onde há relatos envolvendo ameaças de um dos homens de confiança da prefeita, Beta Cadengue (PSB), contra funcionários da prefeitura que poderiam perder seus empregos, caso demonstrassem apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL).

Ao chegar à cidade, a comitiva da jornada foi recebida pelo Vice-prefeito, Joseraldo (PSB) e assessores da Prefeitura Municipal de Brejão, que ao serem questionados por Renan Santos, coordenador nacional do MBL, disseram que a população da cidade e os funcionários da prefeitura que demonstrarem apoio ao Bolsonaro em suas redes sociais, não correm risco algum.

O MBL continuará a Jornada Patriótica pelo nordeste do país, para coibir qualquer tipo de ação que atente contra a liberdade individual dos cidadãos e contra a democracia.

o/ Cauê Del Valle