Eduardo Bolsonaro (PSL) foi reeleito deputado federal com 1.8 milhão de votos por São Paulo, alcançando o título de mais bem votado da história da Câmara dos Deputados. Em recente entrevista ao UOL, respondeu sobre diversos temas incluindo suas propostas de tornar comunismo crime no Brasil idade mínima para a aposentadoria diferente entre ”trabalhadores braçais e de escritório” e a aprovação do projeto Escola Sem Partido.

Eduardo, assim como o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), apoia o PL 9604/2018 do deputado federal reeleito, Jerônimo Goergen (PP-RS) que visa alterar o 2° parágrafo da Lei nº 13.260, determinando que “não se aplica à hipótese de abuso do direito de articulação de movimentos sociais, destinado a dissimular a natureza dos atos de terrorismo, como os que envolvem a ocupação de imóveis urbanos ou rurais, com a finalidade de provocar terror social ou generalizado”, o que poderia vir a tipificar atos de movimentos como o MST/MTST como terroristas.

“Se for necessário prender 100 mil. Qual o problema?”, perguntou Eduardo após ser indagado sobre declaração não muito favorável do juiz federal e futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, sobre o tema.

o/ Cauê Del Valle

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…