Nesta quinta-feira, 15, Departamento do Tesouro dos Estados Unidos impôs sanções para 17 sauditas envolvidos no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, morto no mês passado no Consulado da Arábia Saudita em Instambul, capital da Turquia, registrou A Folha.

Foi a primeira reação de Donald Trump ao caso. Khashoggi era colaborador do Washington Post e crítico da monarquia saudita. Acabou assassinado com uma injeção letal e teve o corpo esquartejado e retirado do edifício. O crime aconteceu no último dia 2 de outubro.

Um dos envolvidos no crime é Saud al-Qahtani. Ele era assessor do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman. Mohammed Alotaibi, cônsul geral do país, também teve participação no crime. Outras 15 pessoas foram identificadas como parte do esquema do assassinato.

A confirmação da morte do jornalista foi comunicada oficialmente pela mídia estatal da Arábia Saudita, que usou a desculpa de que a morte teria decorrido de uma briga entre o jornalista e outras pessoas que ele teria encontrado dentro do consulado.

o/ Francine Galbier

Imposto não é roubo! – Um Apelo à Defesa Consistente do Liberalismo

Por Alexandre Lopes “Que imposto é roubo é algo evidente!” §1 Há uma diferença fundamental entre os > continuar lendo…

Com novo filme nos cinemas, Danilo Gentili concede entrevista exclusiva ao MBL News

Palestrante do IV Congresso Nacional do MBL e um dos humoristas mais bem sucedidos do país, Danilo > continuar lendo…

MBL-Ceará é proibido de entrar em palestra pública de Ricardo Lewandowski

Nesta sexta-feira, 07, Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ministrou uma palestra pública na Câmara Municipal de > continuar lendo…

10 motivos para ter vergonha do STF

A Constituição Federal brasileira garante liberdade de expressão a todos os brasileiros. É o que parece. Essa > continuar lendo…

“Faria tudo mil vezes e repito, eu tenho vergonha do STF”, diz advogado que recebeu ordem de prisão de Lewandowski em entrevista ao MBL News

Na última quarta-feira, 5, o Brasil ficou horrorizado ao descobrir que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo > continuar lendo…

‘’Prefiro defender um policial no tribunal a ir ao funeral dele’’ diz Wilson Witzel em entrevista exclusiva ao MBL News.

 ‘’Quem está portando uma arma de guerra certamente não está disposto a conversar ou negociar com as > continuar lendo…

Escola Sem Partido está a um passo de ser votado na Câmara dos Deputados e se tornar lei federal

Há pouco tempo atrás, a imprensa condenou a postura de uma professora de história, a catarinense Ana > continuar lendo…