Feminismo da direita?

Nesse vídeo, Pedro Deyrot relembra a história do feminismo e analisa a terceira geração do movimento, que é o que estamos presenciando agora.

Pedro faz uma reflexão dos motivos pelos quais Bolsonaro se tornou um símbolo de masculinidade para os jovens, que foram os primeiros apoiadores do candidato, principalmente em redes sociais, e explica como o “bolsonarismo” se transformou em um fenômeno sexual identitário do empoderamento masculino.

Com esse entendimento, é mais fácil entender a rejeição do público feminino com Bolsonaro e compreender como isso é decorrente da polarização que o feminismo de terceira geração criou entre homens e mulheres.

Assista:

o/ Francine Galbier