Nesta quinta-feira, 8, o advogado Rubinho Nunes, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre, distribuiu uma Ação Popular contra o Senado Federal pedindo a suspensão do aumento dos salários dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. Para Nunes, o reajuste é “absurdo, imoral e ilegal”.

A ação do advogado está em tramitação na 6ª Vara Federal de Campinas e é fundamentada na afronta da Lei de Responsabilidade Fiscal, no princípio da moralidade e na defesa da dignidade de todos os brasileiros.

“É impensável aceitar silente um ato tão indigno e baixo como o aumento aprovado pelo Senado. Se hoje a maioria dos Senadores perdeu a eleição é justamente porque a sociedade não tolera atos torpes como este aumento. Espero que o juízo da 6ª Vara Federal de Campinas acate o pedido liminar apresentado e suspenda, imediatamente, os efeitos deste absurdo”, declarou Nunes ao MBL News.

Leia a ação popular na íntegra.

o/ Francine Galbier