Natural do Rio de Janeiro, o economista Paulo Guedes é graduado pela Faculdade de Economia da Universidade Federal de Minas Gerais. Mestre pela Fundação Getúlio Vargas, Guedes ingressou no Departamento da Universidade de Chicago com bolsa auxílio do CNPq. Nos Estados Unidos Guedes cursou mestrado e doutorado, além do Ph.D.

A carreira de Paulo Guedes contempla tanto a academia quanto o setor privado. Atuou como docente na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e no Instituto de Matemática Pura e Aplicada, além de ter lecionado em regime integral na Universidade do Chile. No setor privado Paulo foi fundador e sócio do BTG Pactual e da JGP Gestão de Recursos, além de ter atuado nos conselhos da PDG Realty S.A Empreendimentos e Participações,  Abril Educação S.A. e da Localiza Rent a Car S.A.

A incursão de Guedes no setor político começou ainda na década de 80 quando atuou na elaboração do plano de governo de Guilherme Afif Domingos, então candidato a presidência da República nas primeiras eleições diretas pós-Regime Militar. Posteriormente fez parte da fundação do Instituto Millenium, think thank liberal pioneiro na defesa do liberalismo econômico no Brasil.

Foi justamente esta atuação a frente do Instituto que projetou o nome de Guedes como um dos cardeais do liberalismo em terras brasileiras, levando o economista a ser convidado para escrever colunas em importantes veículos de imprensa brasileiros como O Globo, Época, Folha de São Paulo e revista Exame.

Conhecido por sua defesa da austeridade fiscal, redução da máquina pública e estímulo a iniciativa privada, Guedes se cacifou como nome forte para um eventual governo Bolsonaro, sendo convidado pelo próprio Jair para formular seu programa econômico. Como o presidente sempre se colocou na condição de leigo no assunto, que acabou classificando Guedes como seu “Posto Ipiranga”. Após as eleições, Guedes foi confirmado como responsável pela pasta da Economia com o desafio de recuperar o país da maior recessão de sua história.

Palestrante principal do segundo dia do Congresso Nacional do MBL, Guedes falará no evento sobre a importância e urgência em se aprovar a Reforma da Previdência a fim de que o país consiga minar o déficit fiscal. Guedes também defende reforma tributária, privatizações e corte radical nas despesas públicas. Ciente das expectativas, o economista de Bolsonaro indica que o novo governo não pode fazer concessões sob o risco de destruir sua reputação junto com o futuro da República.

Eric Balbinus
@ericbalbinus
Bacharel em Relações Internacionais, pós-graduando em Ciência Política pela FESPSP, conselheiro do MBL, assessor parlamentar, palpiteiro e o mais importante: corintiano.