fbpx
Formado na Faculdade de Direito do Recife. Perdido entre a poesia de Manuel Bandeira e a de Marília Mendonça. Só bebo em copo americano.
AJUDANDO O JORNALISMO TOUPEIRA

O que diabos, finalmente, o telegram quer dizer?

11/06/2019 16h49

Vou dar uma pausa no expediente dessa tarde quente em Recife, para tentar ajudar os amigos jornalistas. Perdão a irritação…. mas…

… já quatro jornais não conseguem entender a diferença entre hackearem um aplicativo e hackearem o celular do caboclo.

O telegrama disse em pronunciamento por twitter, que não há indícios de que hackearem seu sistema.

Os jornais estão noticiando o fato como se não houvesse havido invasão nos CELULARES.

Não me parece muito difícil pra alguém com menos de 30 anos, mas vamos tentar:

O que o telegram está dizendo é que NINGUÉM teve acesso às conversas diretamente, ou seja: burlando o sistema de segurança do aplicativo em si.

Mas, que alguém pode, talvez, não se sabe, mas é possível, ter hackeado o CELULAR de alguém e, tendo acesso ao celular desse sujeito, ter tido acesso à informações que estavam disponíveis no celular do cara.

É a diferença entre você interceptar uma carta durante seu trajeto e você ler uma carta recebida, que estava no cofre do destinatário!

Não é ciência de foguete.

Se você saca dinheiro da conta de alguém porque viu a pessoa botando a senha no caixa eletrônico e bateu a carteira dela, a culpa não é do banco.

Basicamente, é isso, jornalistas.

Perguntem pros estagiários de TI, pô.

Até eu que não sei configurar o relógio do micro-ondas já entendi isso aí.